Ensino Híbrido

ensinohibrido

As tecnologias digitais podem colaborar com os processos de ensino e aprendizagem, porém apenas o uso da tecnologia não é suficiente. O Ensino Híbrido, que combina o uso da tecnologia digital com as interações presenciais, visando a personalização do ensino e da aprendizagem é um modelo possível para facilitar a combinação, de forma sustentada, do ensino online com o ensino presencial. Para refletir e verificar as possibilidades do uso dessa proposta foi organizado um Grupo de Experimentações, parceria entre o Instituto Península e a Fundação Lemann. Tratou-se de um estudo exploratório, na modalidade pesquisa-ação, com uma amostra de dezesseis educadores de diferentes estados brasileiros que lecionam em escolas públicas e particulares. Os resultados obtidos a partir de análises de planos de aula, vídeos e texto elaborado pelos professores indicam enriquecimento da prática pedagógica por meio do uso integrado das tecnologias digitais, motivação dos estudantes e possibilidades de personalização das ações de ensino e aprendizagem.

Conhece? Saiba mais http://www.facebook.com/ensinohibrido

Tecnologia e Metodologia

Compartilho um vídeo do youtube que suscita muitas discussões.

Imagem8

http://www.youtube.com/watch?v=IJY-NIhdw_4

No vídeo, é possível perceber o que acontece quando a introdução dos computadores na escola ocorre sem um planejamento estratégico de uso. O que pensar sobre isso? Estamos preparados?

No último século, a mudança de paradigmas da educação leva os educadores a se depararem com formas diferentes propostas para o ato de ensinar. Em uma determinada época, ensinava-se de uma forma, em seguida, novas propostas levam os educadores a ensinarem de forma diferente. Porém, em relação ao uso das TIC, pesquisadores apontam que, vencida a resistência inicial, facilmente os educadores se adaptam ao uso do computador. Isso decorre do fato de que, inicialmente, não há mudanças em relação às crenças dos educadores sobre como se aprende, mas apenas uma mudança de ferramenta utilizada. A mesma aula, que era dada com o uso do quadro negro (ou verde), giz e apagador é a aula que passa a ser dada com a lousa branca, computador e data-show. A grande vantagem de dar início a algum processo de mudança é que, gradativamente, partindo do uso com base em suas crenças iniciais, os professores ficam cada vez mais interessados em aprimorar suas aulas e se deparam, então, com as novas possibilidades que as TIC oferecem para repensar as formas de aprender e, dessa forma, percebe-se uma melhoria na qualidade do ensino. Por isso, não adianta esperar que todos os professores estejam completamente formados para iniciar o uso das TIC; é importante que comecem de acordo com suas possibilidades pois, certamente, com toda a predisposição em descobrir, pesquisar e testar, os educadores ficarão, cada vez mais, especialistas no assunto. Então, que tal dar o primeiro passo? E, se você já fez isso, continue caminhando. Você ficará surpreso com os resultados. Bom trabalho!

Explorando TICs nas diferentes disciplinas

Os recursos da Tecnologia da Informação e da Comunicação podem ser explorados nas diferentes disciplinas.

  • Em Ciências, revistas de divulgação científica com conteúdo apropriado às crianças como a Revista Ciência hoje das crianças pode ser consultada e vários textos podem ser trabalhados com os alunos, muitos deles sem a necessidade de adaptação da linguagem.
  • Em Artes Visuais, é possível que o aluno conheça e discuta sobre obras de diferentes artistas, disponíveis em sites de busca de imagens.
  • Em Geografia, o uso de mapas virtuais amplia o estudo da cartografia, uma vez que pode mostrar todos os lugares do planeta em versão cartográfica, imagens de satélite, e até mesmo fotos 3D, em que é possível visualizar detalhes de uma paisagem.
  • Em História, é possível realizar visitas virtuais a museus e obter imagens que mostram instrumentos e ferramentas utilizados por nossos antepassados, além de conhecer mais sobre o estilo de vida de diferentes culturas.
  • Em Língua Portuguesa, além da leitura e interpretação de textos, é possível revisar textos individuais e coletivos produzidos com o auxílio de editores de texto.
  • Em Matemática, além da montagem de gráficos, é possível a contextualização de problemas por meio da busca de dados numéricos atuais em sites como o do IBGE (http://www.ibge.gov.br/home/), por exemplo.

A utilização das TIC na escola

“A tecnologia deve estar a serviço da educação”, a “escola deve explorar a tecnologia”. As Tecnologias de Informação e da Comunicação, conhecidas como TICs, são o novo desafio do professor e da escola como um todo. Desafio porque são ferramentas que possibilitam o acesso a uma infinidade de recursos que transformam a vida em sociedade, estabelecendo novas formas de contatos sociais, novas formas de relacionamento com diferentes instituições e, consequentemente, novas formas de aprender. O uso educacional das TICs é, por um lado, uma ferramenta educacional, a serviço do aluno e do professor que dela se utilizam para representar conhecimentos construídos, para apresentar os resultados de seu trabalho e, principalmente, e esse é o maior desafio, construir conhecimentos.

Que tal discutirmos sobre maneiras adequadas de colaborar na construção de conhecimentos, utilizando as TICs, mas sem perder os objetivos pedagógicos que norteiam um trabalho sério em educação?